A Industria de Cosméticos e a Sustentabilidade

Em 2009, a organização não-governamental (ONG) Greenpeace, atuante na defesa do meio ambiente em todo o mundo, divulgou um relatório intitulado “A farra do boi na Amazônia” mostrando que o desmatamento na floresta Amazônica que  está relacionado diretamente também com a indústria de produtos de higiene e beleza. No relatório, o grupo ambientalista relacionou os produtos nocivos ao meio ambiente. Veja abaixo:

Glicerina – Mais lembrada por compor sabonetes, é o principal subproduto da fabricação do biodiesel. Incolor, inodora, viscosa e adocicada. Apresenta riscos à saúde humana e animal caso não venha de uma oleaginosa adequada e não seja aplicada com cautela. Ela está presente como ingrediente declarado ou não até em uma inofensiva barra de cereais.

Particulas de Polietileno –  Outro produto que possui componentes nocivos é o esfoliante de rosto ou corporal. Esses cosméticos prometem uma limpeza profunda da pele, removendo as células mortas e sujeira, deixando-a mais macia e uniforme. Para obter esse efeito, é preciso que microesferas façam parte da composição. Microesferas são pequenas partículas de polietileno, medindo menos de 0,5 milímetros, que compõem esses e outros produtos de beleza e higiene. Ao serem despejadas na rede de esgoto, elas podem ser destinadas à rios e oceanos e posteriormente serem ingeridas por animais aquáticos. Além do dano à vida marinha, as esferas podem ser consumidas pelas pessoas após a pesca dos peixes contaminados.

Corantes, Neutralizantes, Ceras Parafínicas e Polímeros Sintéticos  –  Também podem causar um significativo impacto ao meio ambiente .Além dos componentes nocivos, existe um alto volume de resíduos oriundos das embalagens dos produtos que, se descartados indevidamente na natureza, ocasionam impactos negativos aos ecossistemas. 

Com a vinda dos produtos eco-friendly, ou seja, amigáveis ao meio ambiente, Cruelty Free (não testado em animais), Parabenos Free (livre de Parabeno, ingrediente cancerígeno), veganos (sem matérias-primas de origem animal), orgânicos (com matérias-primas certificadas como livre de agrotóxicos), naturais (sem aditivos químicos), vem a resposta à necessidade de reduzir os danos ambientais no processo de produção e desenvolvimento de cosméticos.

Produtos inovadores contendo ingredientes ativos sustentáveis, com eficácia comprovada e seguros para o meio ambiente em que vivemos nos traz um Planeta mais saudável e um envelhecimento saudável.

Redes Sociais

Por que Assinar a Sweet Eco Box?

  • Curadoria Especializada
  • Produtos Naturais e Veganos
  • Valor da Box Menor que Valor dos Produtos Naturais
  • Produtos Diferentes em Cada Box
  • Descubras Novas Marcas
  • Embalagens Sustentáveis